21 de janeiro de 2021

Prefeitura de Maceió solicita a hospitais e empresas informações sobre os níveis de oxigênio para tratamento de Covid-19

Informações serão encaminhadas para o promotor Paulo Roberto, da Promotoria de Saúde do Ministério Público Estadual, e servem para evitar caos na saúde pública.

Prefeitura quer saber os níveis de oxigênio em Maceió — Foto: Divulgação

A prefeitura de Maceió solicitou aos hospitais e empresas fornecedoras os procedimentos adotados para evitar o desabastecimento de oxigênio em casos de tratamento da Covid-19, tendo em vista o caos instalado em Manaus, com hospitais sobrecarregados e falta de oxigênio.

O coordenador do Gabinete de Gestão Integrada (GGI) para o Enfrentamento à Covid-19, Claydson Moura, disse que o município toma medidas de controle para tentar desacelerar a transmissão do vírus na capital.

As informações sobre os níveis de oxigênio serão encaminhadas para o promotor Paulo Roberto, da Promotoria de Saúde do Ministério Público Estadual (MPE).

A prefeitura solicitou às instituições que encaminhem, em um prazo de 72 horas; um relatório explicativo sobre como será efetivado o planejamento das unidades em um cenário de pico da doença; inclusive com a disponibilidade atual e a ideal de estoque de oxigênio para o enfrentamento da crise.

O pedido é para que o Hospital Vida, Hospital do Coração, Hap Vida, Hospital Arthur Ramos; Hospital MedRadius, Hospital Sanatório; Hospital Veredas e Santa Casa de Misericórdia apresentem as informações sobre os níveis de abastecimentos disponíveis.

Além dos hospitais, o GGI também pediu informações às empresas White Martins, Gruy Gases Medicinais e Industriais e Lumian Healthcare.

Fonte: G1 Alagoas

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *